Como Importar Roupas

Como já viu em outros sites, a importação de Roupa é um ótimo negócio para muitos tipos de produtos, mas quem deseja adquirir roupas de marcas famosas talvez não consiga com sites chineses ou usa.

A melhor opção nesse caso é importar roupas diretamente das lojas de roupa oficiais no exterior, pois assim não corre o risto de ser enganado

Quanto custa uma roupa no exterior?

Bem, o preço de uma peça de roupa importada é bem menor, pois a mão de obra nas fábricas dos países como china é barata e a carga tributária é bem mais leve do que no Portugal ou Brasil. Sem falar que a roupa fabricada ou importada, colocada à venda nas lojas daqui ainda contém a margem de lucro dos lojistas e representantes. Tudo fica mais caro no processo. Isso faz com que roupas que custam 30 dólares no exterior não saiam por menos de 26,34 € (R$ 150,00). Alguns países têm se destacado pelo baixo custo de fabricação (como o China, Japão, India e Indonésia, por exemplo). Essa diferença de preço permite que algumas pessoas se dediquem a estudar o mercado e entender como importar roupas a um preço acessivel, ganhando uma enorme margem para revender. Opções de lojas para vender em Portugal ou Brasil não faltam: Olx, Dott, Facebook Market Place, Mercado Livre, Toda Oferta ou até mesmo criando uma própria loja online para fazer promoções (alguns sites disponibilizam essa opção).

Importar é simples ou há segredos?

Importar não é difícil, podes comprar roupas diretamente das lojas fabricantes, mas infelizmente poucas lojas estrangeiras permite entrega para o Brasil mas permite para Portugal. Com isso, um processo a mais é necessário: contatar fornecedores realizando dropshipping.

O que é DropShipping?

O termo dropshipping nasceu da junção de 2 palavras: drop, que significa largar, e shipping, que pode ser traduzida como remessa. Conhecendo essa origem fica muito mais fácil entender a utilidade da técnica para as lojas virtuais: basicamente, deixar a entrega e o stock dos produtos por conta de outra empresa. Com o dropshipping, o e-commerce faz a venda do produto e envia a ordem dessa transação para o fornecedor parceiro. É o fornecedor que vai enviar o produto para o cliente em teu nome, que tem como lucro a diferença entre o preço cobrado para o usuário e aquele cobrado pelo parceiro.

Além disso, os grandes importadores e experientes no ramo vestuário sabem alguns truques para não ser taxado e pagar um valor inferior àquele apresentado na loja. DICA: Existem técnicas onde a loja estrangeira não descobre que es é brasileiro e vende o produto mais barato (caso não saiba, os preços dessas lojas não são unificados mundialmente. Os compradores da região pagam bem menos pelo produto do que os compradores internacionais, sem considerar os efeitos da tributação).

Você escolhe onde começar?

Essa é a questão com mais dúvidas. Então tens a opção de testar alguns fornecedores e arriscar umas compras por conta própria ou consultar alguém mais experiente no ramo para aprender todos os macetes. Se tentares comprar diretamente nos sites das marcas, irás deparar com algumas situações: os portes de envio podem sair muito caro, as empresas podem não aceitar enviar para o Brasil ou a loja pode não aceitar seu cartão de crédito emitido no país mas em Portugal não tens problemas.

A grande questão é que existe um procedimento muito inteligente e totalmente legal, em que as empresas aceitam e permite que recebas os produtos no Brasil a um custo muito baixo. Isto funciona para várias lojas de roupas como a HollisterAbercrombie, etc.

O mais importante é começar! Por isso, comece já hoje 🙂

 

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *